sábado, 1 de dezembro de 2012

Compartilhando um pouquinho do que há no coração...


Diante de toda a expectativa pelo grandioso evento de transformação da nossa humanidade observa-se que a semente do medo continua sendo plantada e disseminada em muitos lugares e em muitos seres.
Por outro lado, guerreiros da paz se unem e espalham as sementes da esperança e do AMOR.
A responsabilidade de cada guerreiro é gigantescamente preciosa, pois nos tornamos enfermeiros de uma sociedade que sofre de uma epidemia chamada medo e parteiros de uma nova era que surge onde o amor é a regra e  não a exceção.
Podemos observar que o caos instaurado na sociedade contemporânea é rotina,  e a paz é insurgente, é a atitude rebelde contrária a tal conformidade, a tal comodidade.
E esta insurgência é caracterizada pelas mais belas e simples manifestações de vida...
Flautas e tambores ancestrais ao redor do fogo da vida unem corações que pulsam nos levando a uma única direção: o bem maior.
Mãos que tocam e acariciam com amorosidade.
Braços que abraçam e enlaçam com carinho.
Olhares que acolhem com compaixão.
Sorrisos que iluminam e refletem a verdade interior.
Palavras que tranquilizam e afagam com amor.
Através dos nossos bons pensamentos e intenções puras e livres podemos alcançar a todos neste vasto planeta e beneficiá-los com o nosso amor, compaixão e alegria!!!
Mantendo a consciência plena e a visão ampla, plantamos e nutrimos as qualidades positivas e potencialidades de todos e de cada um dos seres.
Fomos dotados de um corpo que é um instrumento com o qual podemos servir de maneira benéfica todos os seres sencientes e através da beleza da verdade podemos enfestar a todos os lugares com nossa energia abençoada.
Este corpo humano é essencial para libertar-nos de todas as escravidões, física, mental e espiritual, é um templo que assegura o mais precioso diamante. Ele é a chave da conexão entre nossa essência e o Universo.
Ele é um presente que nos é doado para presentear com a vida.
Vida esta que está na estrela mais distante bem como no mínimo grão de areia sob nossos pés. E esta vida será plena de realizações desde que nós consigamos "coalhar" o universo de possibilidades ao nosso redor com discernimento e desapego, coletando todo o néctar com esforço, dedicação, aplicação e amor, sempre numa constante cósmica.
No grão de areia bem como na mais grandiosa galáxia a essência da vida pode ser encontrada, basta que olhemos a todos com olhos puros, boas intenções e com a verdade em nossas atitudes.
Temos que ter a consciência de que fazemos parte de tudo e que unir nossos esforços para a prática do bem maior, do amor nos gratificará com a paz.
Estamos todos juntos e voamos juntos na mesma nave em direção a luz, basta despertar para ela.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

A demanda do mundo é o AMOR!

A pequena mulher olha com seus olhos esperançosos e aprecia o cair das gotas da chuva de sua janela.
A noite avança e com ela a certeza de que mais um dia fora ganho.
Sim, ganhamos vida a cada dia que passa. Aprendemos com cada segundo contado e renascemos em cada respiração.
O tempo é mera convenção, sabemos que para nossa alma, ele não existe. Para a eternidade, é efêmero.
Observemos cada obstáculo e façamos dele alavanca para o crescimento pessoal e espiritual.
Sucesso não é o número de bens e contas que possuimos, sucesso é ser feliz simplesmente.
E felicidade é simples.
É sorrir com os braços em longos abraços, é olhar nos olhos e ver a verdade, é dar as mãos e caminhar em uma só direção, a que nos leva a paz e ao amor.
É viver na gratidão pela vida que ganhamos de presente de nosso Criador.
Podemos retribuir nosso presente cuidando do nosso ninho, da nossa Mãe Terra e de todos aqueles que habitam este belo planeta.
Lançando aos ventos construtivos e belos pensamentos como sementes que sabemos que darão frutos que alimentarão os corações de cada um de nós.
Ofereçamos o que temos de melhor ao Universo e ele nos ajudará na evolução de nossos pensamentos.
Ofereçamos rezas, orações, desejos do bem a quem nos faz o bem e àqueles que nos contrariam ou não nos agradam.
Lembremos que o Universo é um grande espelho e que o que vemos é o que somos.
E todos somos UM!
Viaje dentro de si e reflita, como uma bela mina de diamantes, o brilho  dos cristais para fora de si propagando assim sua luz onde houver escuridão.
Ame e entregue-se à VIDA!
Que o amor se propague cada vez mais pois a demanda do MUNDO É O AMOR!

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Reconciliar-se é expressar gratidão pela vida!


É certo e sabido que a experiência física não é fácil para ninguém.
Em todas as eras, aqueles que foram precursores de si mesmos podem ser comparados a um diamante, num processo e lapidação.
A proposta é matricular-se na escola pessoal de cada um. 
A enciclopédia a ser consultada é a sua.
A proposta de melhora é você cuidar daquilo que o faz sofrer.
Não é para acalentar e, sim acabar com isso definitivamente.
A única defesa é o que você fez para si mesmo, nada mais.
Se for difícil para você encarar as dificuldades, saiba compreendê-las, seja tolerante.
Encontre o caminho do meio.
O caminho espiritual é uma grande ponte que passa sobre um abismo, sem corrimão. Se não trilhar pelo meio da ponte, pode cair.
Não se engane, nem se iluda; se estiver muito difícil de traspor esse abismo, não atravesse esta ponte. Nada lhe acontecerá.
Você é o livro. Disciplina e obediência a si mesmo.
O melhor caminho a trilha frente à dualidade, que repousa em sua mente, é a Verdade Suprema.
Só você sabe, não se iluda. Nenhuma pessoa pode fazê-lo ver Deus, a menos que você se ajude.
E esse processo de relembrar o que já sabe é ter consciência de si mesmo.
Cada um tem o que merece. Não há injustiça.
Reconcilie consigo mesmo. Aceite-se tal qual se apresenta. Isso só se consegue olhando para o outro, pois assim alcança ver seus próprios defeitos.
Reconciliar-se é agradecer a si mesmo e ao todo pele ser que és.
Reconcilia-se é agradecer ao próximo e ao todo pelo ser que ele é.
E reconciliar-se não significa aceitar com resignação. 
Não significa reconhecer os males aparentes do outro e suportá-los.
Quando se agradece sinceramente à natureza divina de outro, o aspecto exterior dele se transforma, pois surge a imagem maravilhosa e verdadeira do filho de Deus que ele é.
O ser humano vivencia a si mesmo e seus pensamentos, como coisas separadas do restante do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. 
E essa ilusão é uma espécie de prisão, que nos restringe aos nossos desejos e conceitos pessoais, e ao afeto por pessoas mais próximas
Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que e
le abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. 
Ninguém conseguirá alcançar completamente esse objetivo, porém, lutar pela sua realização já é por si só, parte de nossa libertação e o alicerce de nossa segurança interior.

Baseado em ensinamentos do mestre Chico Xavier

domingo, 21 de outubro de 2012

Para esquecer de ti...

Para esquecer de ti muitas partes de mim teriam que ser esquecidas...
Cada momento de alegria e retidão que hoje pertencem aos meus dias trazem com eles um pouco de ti.
Se sou o que sou hoje, muito tem da nossa curta história, muito tem dos nossos eternos momentos.
Grandes revelações, grandes obstáculos, maiores aprendizados.
Lágrimas que já revelaram uma alegria intensa de sermos um, hoje revelam um coração saudoso e partido.
Um coração que aprendeu o que é amar verdadeiramente, sem julgamentos, sem preconceitos, sem medos...
Um coração que apesar de pequeno, tem o mundo e sua beleza dentro dele.
Um coração que bate descompassado, na busca de seu ritmo natural, na busca da frequência que compôs uma harmônica canção de dois seres dispostos a dançar aquela canção...
Que agora toca em um único coração.
Para esquecer de ti, muitas coisas ocupam os pensamentos, mas como tirar do pensamento algo que está no coração?
Como esquecer de ti se todas as noites visita-me em meus sonhos?
Todas as manhãs acordas em meus pensamentos?
Esquecer de ti fácil seria se a verdade não fosse minha religião; fácil seria se meu guia não fosse meu coração e o amor não fosse a minha vida.
Para esquecer de ti, parte de mim teria que ser esquecida, mas como posso esquecer desta parte se ela me completa e me faz ser quem eu sou agora. E sou melhor agora!
Para esquecer de ti, só morrendo e nascendo de novo...Pois só enquanto eu respirar, vou me lembrar de você!!!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

A raposa e a tristeza

A pequena mulher mais uma vez respira em silêncio e atenta aos batimentos acelerados de seu coração, escuta sua voz e reconhece seu chamado.
Diante de um grande brilho de sua luz, ele a aconselha a retirar-se. Precisam conversar através de sua aguçada intuição e para isso, precisam estar a sós.
Em um vasto universo de possibilidades, ela decide mais uma vez seguir quem a orienta e retira-se aberta para o que o presente a apresente sua face.
Só, arruma seus pertences e inicia sua jornada heróica na conquista de si mesma. Atravessa milhares de quilômetros até chegar em seu destino e respirar o ar puro da mata.
Olha as montanhas, as nuvens baixas tocam as copas das árvores e a leve e gelada brisa anuncia que chegara ao seu destino.
É acolhida com um grande sorriso pelo carismático mestre que lhe trata pelo nome e diz já saber que ela viria ao seu encontro.
Senta a seus pés, respira naturalmente e seus olhos entreabertos enxergam não só no escuro, mas além do que se vê.
Em silêncio, observa seus pensamentos...São vastos e produzem sensações infinitas em seu corpo.
Sua mente desperta e os acompanha até entendê-los e simplesmente dissolvê-los.
São dias em silêncio, dias de ensinamentos e a pequena mulher recebe a resposta para várias questões que habitavam seu ser.
Mergulha na vastidão de seu coração e consegue observá-lo. Encontra nele o amor, o amor incondicional e a certeza de que este é o caminho e a melhor escolha a ser feita em seu benefício de dos demais seres.
Sua alegria, seu sorriso contagiam a todos e ela se despede com uma felicidade transcendental.
Anda pela mata, sente o vento em seus cabelos, sente a terra em seus pés, brinca com os seres que lá habitam e se abre ao todo! E ouve a voz de seu coração.
Compara-se a uma raposa por sua sensibilidade aguçada e mente bastante intuitiva. E a sua intuição é infalível. É a voz de seu coração que fala baixinho e que mostra qual o caminho a seguir.
Ele a guiou para ver aquilo que estava além do que ela poderia enxergar.
Sua volta para casa é repleta de uma paz e serenidade que há tanto já vivia, porém, seu coração está em festa pois sabe que todas as vezes que falar será ouvido, que guiar será seguido.
E falou, e foi ouvido...
E fez com que a pequena e alegre mulher seguisse sua intuição e enxergasse além do que estava vendo...
Tal experiência lhe mostrou algo que trouxe uma grande tristeza...Lágrimas correm de seus pequenos olhos e o sorriso que até então era largo, agora se esconde...
Seu coração bate descompassado e o silêncio volta a seu ser. Ela observa as sensações, ela observa os pensamentos e seguem até que eles se dissolvam.
Tem consciência de que tudo é impermanente e que estes sentimentos serão dissolvidos...mas agora terão que ser vividos.
E quando se forem, serão o aprendizado necessário para aquele momento, serão mais uma oportunidade para seu crescimento.
Silenciar, recolher-se e deixar fluir...Deixar que as lágrimas caiam estando certa de que para cada lágrima um sorriso a espera.
Mas agora, isto tem que ser vivido...

Seguem sábias palavras da Monja Coen:

"Se houver sabedoria e compaixão perceberemos que a tristeza, mesmo profunda, é passageira.
Perceberemos que se as coisas, as pessoas, o mundo, a realidade e nós mesmos estamos num processo contínuo de transformação
Então poderemos pensar em nos tornarmos essa transformação que queremos no mundo.
Para que haja menos tristeza, mais alegria, mais compartilhamento e harmonia.
O contentamento com a existência é um dos ensinamentos principais de Buda:

'a pessoa que conhece o contentamento é feliz, mesmo dormindo no chão duro; a pessoa que não conhece o contentamento é infeliz mesmo num palácio celestial.'

Então, quando sentimos tristeza, observamos a tristeza.
Como está nossa respiração? Como estão os batimentos cardíacos? Como está a nossa postura? Que pensamentos são esses que me fazem deixar os ombros cair para frente, baixar a cabeça e, quem sabe, chorar?
Como se formam as lágrimas?
E, mesmo em meio a lágrimas, podemos sorrir e perceber que enquanto vivas criaturas temos esta experiência extraordinária e bela de poder ficar triste.
Tristeza que vem.
Tristeza que vai.
E sem se apegar a coisa alguma e sem sentir aversão a coisa alguma descobrimos o verdadeiro sentido da vida.
É assim que trabalhamos a tristeza.
Abandonar a tristeza é abrir as mãos, o coração, a mente para a emoção seguinte.
É lavar o rosto, olhar para a imensidão do céu, da Terra, do mar e perceber a pequenês da nossa vida.
Sem culpa e sem culpar ninguém.
Sinta a tristeza, reconheça, respire a tristeza e a deixe passar."

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

O Sol que habita em mim...

"O amor é eterno - a sua manifestação pode modificar-se, mas nunca a sua essência...através do amor vemos as coisas com mais tranquilidade, e somente com esta tranquilidade um trabalho pode ser bem sucedido." 
Vincent Van Gogh

O amor puro, o amor verdadeiro sempre nos é positivo. Aqueles que vivem esta experiência jamais sofrem influências negativas do meio ou de outros seres.
A habilidade de agir com serenidade e a capacidade de discernir nunca diminui.
Quando o amor é puro, os que nos cercam sempre sentirão a pureza de nossas intenções.
Haverá amor na visão; haverá gentileza no amor; pois na pureza há sempre a gentileza.
Em tudo há bondade e certamente a encontramos. 
Em cada pessoa existe o melhor e tornamo-nos capazes de reconhecê-lo.
Em cada situação o positivo habita e podemos vê-lo.
Em todo obstáculo a solução para atravessá-lo existe e conseguimos aplicá-la assim como em toda dificuldade o sucesso existe e nossa maior aventura é buscá-lo.
Em cada crise há uma razão e nosso grande desafio é compreende-la.
Em cada lágrima há uma história e nossa missão é vivê-la.
E cada momento há uma riqueza de belos detalhes que adoçam nossa vida eternamente...
E cada sonho reflete os doces desejos de uma alma que recebeu de Deus o sopro da vida, a presença do amor em seu ser.
Que sempre ousemos sonhar, pois os sonhos alimentam o amanhã com o mais puro néctar de vida.
Que sempre possamos fazer um desejo, pois o desejo abre os caminhos para esperançar e ela nos mantém na estrada da vida.
Que sempre possamos olhar além do que se vê e buscar as coisas que poucos podem ver...sem medo de ver o que os outros não compreendem...
Acreditar sempre no coração e na própria bondade, pois ao fazê-lo, muitos compartilharão este pulso e acreditarão que a força de belas atitudes são capazes de grandes mudanças no mundo.
Acreditar sempre na magia, pois a vida é repleta dela...
Mas acima de tudo, acreditar em nós mesmos pois dentro de nós reside toda a magia da esperança, do amor e dos sonhos de amanhã.
E seja qual for o caminho, e para onde ele levar, que sigamos com todo o coração, sempre!
Pois dentro de nós habita um brilhante Sol capaz de iluminar cada canto deste planeta!
E o Sol que habita em mim saúda o Sol que habita em cada ser!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Olhar com clareza



Vamos olhar com clareza nosso passado!

Um passado não resolvido pode corroer nosso presente e tornar infértil nossa vida. Ele é capaz de enterrar nossos dons especiais e inibir nossa capacidade de criar bem como nossos talentos.

Quando estes pedaços de nós mesmos não são recuperados, ficam estagnados dentro de nós ao invés de serem usados harmoniosamente em nosso mundo. 

Nos vemos indignados com os acontecimentos do mundo e queremos que ele mude, na esperança de que, se ele fosse ao menos um pouco diferente, seríamos capazes de viver nossos sonhos.
Somos nós que temos que mudar. Sejamos a mudança que queremos ver no mundo!
Sentimo-nos frustrados com nós mesmos por não persistirmos, por não honrarmos a força divina que existe dentro de cada um de nós e por não nos permitirmos expressar nossa verdade, a verdade que de fato desejamos.
Colocamos muitas vezes a culpa em nossos pais pois eles nos reprimiram no princípio de nossas vidas porém, a indignação é por nós mesmos perpetuarmos tal repressão. É estarmos presos em uma jaula e lutando para nos livrarmos de grades que não mais existem. As grades são limitações imaginárias que nos impusemos; são as dúvidas que nutrimos em relação a nós mesmos e são também o nosso pior inimigo: o medo.
Aprendemos desde cedo que ir atrás de nossos sonhos é uma tarefa árdua que exige certo sofrimento mas talvez ainda não tenhamos percebido que é até mais fácil viver dia após dia sabendo que não os estamos perseguindo.
Devemos olhar com clareza o passado e recuperar seus aspectos que em algum momento foram rejeitados por nós mesmos - é uma missão, um trabalho diário que está dentro de cada um nós.
Basta fechar os olhos, mergulhar em si e observar o que seu íntimo lhe mostra, ouvir o que ele lhe fala.
Toda a força e o poder que precisamos está lá, mas só irá aflorar quando o desejo de se transformar for mais forte que o desejo de acomodar-se, de estagnar na mesma situação.
É sempre mais fácil culpar quem está ao redor pela condição em que se encontra nesta vida.
Ao perdermos o contato com o nosso eu, perdemos o contato com a nossa divindade e como não acreditamos em nós mesmos, passamos a não acreditar no mundo ao nosso redor.
Já dizia Richard Bach que "tua única obrigação em qualquer período da vida consiste em se fiel a ti mesmo." Então, sejamos fiéis àquilo que acreditamos, aos nossos propósitos, ao nosso coração!!
A qualidade da nossa vida depende da qualidade de nossas emoções e sentimentos e para que ela seja melhor sempre temos que olhar para dentro, checar o nosso mecanismo interno.
Sentar-se em solitude e dizer para a mente sobre a necessidade de cultivar atitudes positivas, convencê-la a concordar com o seu propósito.
Relembrar sempre as razões para mudar de negativo para positivo, de inflexível para flexível.
Semear ingredientes positivos no campo da mente e nutrir diariamente!

Sejamos felizes, pois é para isso que aqui estamos neste planeta, um mundo perfeito que nos foi doado pelo Criador!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Prece

Que eu envelheça,
Que na minha pele possam surgir todas as
rugas,

Que eu veja a minha filha crescer e o mundo se transformar!!
Mas que meu coração jamais fique indiferente
ao amor...
Que eu jamais perca o poder de demonstrar 
um gesto de ternura, 

E que eu continue a amar, me amar, amando a todos, ao mundo...



quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Agradecimento e Despedida

 “É bom olhar para trás e admirar a vida que soubemos fazer”, já diz uma bela canção do Nando Reis.
Quando olho para trás e vejo a vida que soube fazer muitas vezes penso como poderia ter agido, como poderia ter falado, como poderia ter sido diferente. Muitas vezes há um sentimento triste e de arrependimento de certas coisas...
Certas coisas que passaram e que marcaram profundamente um coração: o meu!
Observo tudo e concluo que naquele momento foi feito o melhor possível, o que eu conhecia e o que eu sabia fazer. Não usando isso como desculpa, mas como verdade.
Se nestes anos de vida tive histórias que carrego comigo e estão nas cicatrizes no meu coração e nunca sairão, agradeço muito por elas. Muitas momentos felizes nos deixam cicatrizes que olhamos e suspiramos ao lembrarmos deles.
Agradeço por ter vivido um romance adolescente e por tê-lo deixado de viver quando não mais havia vida. Ganhei dele o maior presente que uma pessoa pode receber: um anjo chamado “Luz”. Esta “Luz” não é só minha, é de todos, é do mundo perfeito que vivemos e Deus a colocou na minha vida somente para conduzi-la, pois seu caminho e sua missão já estão designados. Esta “Luz” me acompanhará sempre, recebi a bela missão divina de ser responsável por ela, é meu fruto e sempre será e até que possa seguir seu voo sozinha, é comigo que caminhará e aprenderá a voar!
Agradeço por todas as pessoas que passaram em minha vida, colegas, amigos, pessoas que encontrei uma vez e nunca mais. Todas contribuíram para quem eu sou e para as escolhas que tive.
Agradeço por quem deixei entrar em meu coração por acreditar sempre na força do amor verdadeiro, mesmo que não seja perfeito, pois o mundo é, mas nós não! Por ter aprendido, de uma forma diferente, linda, o que é um amor de verdade. Um amor de muitas vidas, de muitas lições que me deixaram profundas marcas e que me fizeram entender que todos somos dignos e merecedores dele. Um amor que certamente me seguirá até o resto dos meus dias, mas que abriu as portas para novas possibilidades e novas maneiras de expandir o amor.
Agradeço por ter tido a chance de buscar aquilo em que sempre acreditei. Desde pequena quando sonhava acordada com as estrelas e as colava no teto do quarto, com coisas que os olhos não veem, mas que o coração vibra e sente, sabia que o Universo me traria esta possibilidade. Esta sempre foi minha verdade, que foi mascarada e escondida por não ser conveniente e ser tão incrivelmente misteriosa, não ser tão agradável  ou ser fora dos padrões, por medos.
 Se eu fujo do normal, se minha vida é simples, se não acumulo sapatos, joias, riquezas, milhas nos cartões de créditos, horas no salão de beleza, histórias de baladas, vários romances, diplomas, mestrados, doutorados; se gosto de silenciar e olhar o mundo, se gosto de rir e gosto de chorar, se meu sorriso cativa e minhas palavras ajudam, se minha dedicação aos outros não é o padrão, POR MIM! Não posso fazer nada! Sempre foi assim e ninguém é responsável por isso, isso é MEU!!!
Estou feliz assim, encontrei o que me completa em algo tão simples e belo: o amor e a gratidão pela vida que ganhei. E ganhei a chance de recomeça-la várias vezes, mesmo quando o coração já estava cansado de bater por aquilo que não acreditava mais! E se eu estou feliz assim, quem realmente quer que eu seja feliz, me deixa viver esta alegria desta maneira. Me deixem ser feliz em paz, sem questionar o por que, sem colocar a culpa em ninguém, somente olhem para mim e sintam o que eu realmente sou e aceitem isso como aceito em vocês!!
Aqui me despeço das mágoas, das tristezas, das coisas que não mais me agradam. Não que eu não chore mais, nem que nunca mais me entristeça e nem me enfureça, mas tudo isso faz parte deste ciclo, e tudo se dissolve. E aceito isso, com o coração machucado ou não, aceito!!!
Gratidão infinita por ter a possibilidade de viver isso agora, viver este velho desejo neste novo momento.
Busquem em vocês o seu caminho, não olhem para a vida dos outros, não olhem para o meu. Acreditem na sua!!Tenham coragem de fazer uma revolução na sua vida e vá atrás do que dita sua alma!!
 Tornem seus corações um bom lugar para a PAZ. Para isso, sejam honestos, verdadeiros e doces. Quando há honestidade e verdade, há alegria em nossos olhos e Paz em nossa vida. Percebam a diferença entre o que é verdadeiro e o que é falso. E escute o que seu coração diz, ele sabe tudo! Criem um espaço para Deus dentro de vocês e assim ele fará parte de seu mundo assim como farão parte do mundo Dele.
A chave para essa conexão divina é ter um coração honesto, que sente, que pulsa, que ama, que chora e é verdadeiro, sempre!
Sejam felizes!

domingo, 9 de setembro de 2012

Gratidão

Ao estarmos diante da mais pura forma de manifestação da existência de Deus - a natureza - toda a essência se ressalta e nossa conexão ao todo de intensifica.
O observador em silêncio somente respira e diante do belo céu multicolorido ou  enfeitado pela linda lua e estrelas, do belo mar e de suas ondas, da cada grão de areia, da cada folha de plantas e árvores e de cada ser vivo ao alcance de seus olhos só tem a agradecer pelo mundo perfeito construído e adornado nos mínimos detalhes pelo criador.
Sentir corpo, mente, alma e coração pulsando em um só ritmo nos traz a certeza de que todos estamos juntos nesta bela casa e que cada um de nós tem seu lindo caminho e propósito a seguir com verdade e amor.
Ouvir os sussurros do nosso coração e viver o que ele nos diz sempre; para ele não existe "se" nem "mas".
Ele simplesmente nos mostra o que é melhor para nós, que de tal forma nos realizaremos e nos direciona para isto.
Celebrar a vida com imensa gratidão!
Cada segundo vivido, cada sorriso, cada gesto, cada palavra, olhar, cada pessoa, cada amigo, cada sentimento formam o que somos e a nossa história e nada acontece ao acaso.
Cabe a nós agirmos com discernimento e verdade e nos guiarmos pela voz do nosso coração, que nos diz que o amor é nossa essência e que somos muito mais do que forma.
Amar o outro como a ti mesmo, com verdade e sem medo nos torna livres e quando somos livres desfrutamos da melhor maneira o mais belo presente que nos foi dado por Deus: a vida!!
Gratidão infinita!!!

domingo, 2 de setembro de 2012

Flores do coração


Inspire amor...Expire gratidão...
Ser feliz é viver cada minuto com amor e gratidão!
Olhar e agradecer tudo o que temos, o que não temos, o que vivemos e o que também ainda não foi vivido. Agradecer nos faz entrar em sintonia com a abundância natural, nos faz conseguir tudo aquilo que é exatamente necessário para nosso desenvolvimento espiritual e pessoal. 
Confiar sempre na vida pois ela é movida por incríveis forças que fogem a nossa percepção.
Quando estamos conectados a nossa essência e a nossa personalidade divina, o mundo suaviza-se diante de nós e nos faz perceber que estarmos vivendo nele é uma dádiva imensurável. 
Ao tornarmos mais forte nosso amor e conexão à vida, expandimos nossa influência sobre o mundo ao nosso redor, assim nossos bons desejos não se limitam somente a quem nos cerca, mas tocam toda a humanidade.   
Quando amamos com verdade, o mundo que está ao nosso redor verá pureza em nossas intenções e a consequência do amor puro é simples: AMOR!
Os olhos verão o mundo com AMOR!
Da boca sairão palavras positivas, amorosas.
E nossas atitudes serão puro reflexo do nosso bem interior!!
O AMOR consiste no respeito e na aceitação de que somos diferentes, cada um na sua forma, mas somos feitos da mesma centelha Divina.
Cultivar as flores do coração reflete na vida daqueles que precisam do perfume que elas exalam e fazem do seu ser o mais belo jardim!
Nossos sentimentos generosos engrandecem o coração e coroam a alma com gratidão e AMOR!

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Simplesmente amor


A minha mensagem é de AMOR, simplesmente AMOR!!
Não há a menos complexidade nela, ela simplesmente é assim como o AMOR é.
Não são necessários rituais, filosofias, dogmas, regras, táticas ou estratégias para alcançá-lo.
É a aproximação simples e direta, uma meta, uma flecha apontada, um horizonte sintonizado com nossa essência.
É a nossa força natural que cura tudo e todos, acontecendo conforme a natureza de cada um.
Não importa saber a quem o AMOR se dirige, isso é irrelevante diante da missão de AMAR 24 horas ao dia, assim como vivemos, assim como respiramos.
AMOR é VIDA assim como a respiração é VIDA!
O AMOR não necessita de meios e entremeios, assim como o respirar não necessita de objetos.
As vezes respiramos com um amigo, as vezes á sombra de uma árvore, as vezes acariciando um anima, as vezes sozinhos...
Somente respiramos!!
E da mesma forma que respiramos deveríamos AMAR!
AMAR é tão natural quanto o respirar pois ele tem com a nossa alma a mesma relação que a respiração tem com o nosso corpo.
Sopro de VIDA! VIDA em sua essência primordial.
O AMOR reconhece o "eu" e o "outro" como UM, em alma e essência, mesmo separados em forma.
O AMOR atinge máxima amplitude quando é a expressão da consciência e do reconhecimento de que todos os seres viventes, mesmo separados em forma, mantém a unidade pelo simples fato de compartilhar a VIDA originada de um único Criador.
Simplesmente percebamos que a verdadeira grandeza do nosso ser não está na forma, na força, no poder, no "ter", no status, e sim, no coração!
Confiemos mais nele e nos unamos numa bela conspiração de AMOR!!!

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O coração que está em paz vê amor em todos os seres!!


A natureza dos seres é pacífica. Nascemos puros e limpos, livres de sentimentos negativos e maus pensamentos.
Diante de tanta obscuridade e negatividade externa, de um mundo em que o bem e a verdade são consideradas exceções e não o natural, podemos sim encontrar a paz e o amor e compartilhar este modo de olhar e viver com todos.
Parece algo inalcançável, impraticável. Torna-se mais fácil viver a reclamar ou simplesmente nada fazer e se acomodar com tudo o que incomoda por medo de mudar.
Temos que ter consciência de que nossos desejos são capazes de tornar o irreal possível.
Ações benéficas não se tratam só de práticas de caridade, o bem pode ser feito de várias formas. 
Doar-se através de suas habilidades, da sua ajuda ou simplesmente através de boas palavras, sorrisos e bons pensamentos pode mudar o modo de agir ou pensar de alguns pelo menos por alguns instantes, pois não se trata só do que se pensa e sim do que se sente quando se pensa. E este sentimento governa a maioria das nossas ações e reações.
Parece tão pouco diante de tanto caos, mas de estrela em estrela podemos criar uma galáxia inteira.
Nosso coração é nosso primeiro professor e segui-lo só nos traz de volta à nossa essência, ao nosso natural. 
A natureza alegre do espírito em paz cativa corações. 
Pessoas alegres e dispostas a compartilhar o amor são amadas por si e por todos. 
Alegria é um grande remédio que cura os conflitos e une os corações partidos.
Quando plantamos o amor, quando emanamos o amor que está em nós, o mundo nos sorri e abre suas portas nos recebendo com seus braços abertos.
Face sorridente, palavras doces, atitude positiva, olhar sincero e relações cordiais são os meios de adicionar amor à vida.
Nossa vida é feita de escolhas e o planeta em que vivemos depende de maneira como vivemos nossas vidas.
E o Amor é a melhor escolha, pois é o único caminho para a tão sonhada PAZ!
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥



domingo, 5 de agosto de 2012

Perdoar é emanar a luz do Sol interior!!



Existe algo tão simples e ao mesmo tempo tão raro e árduo para muitos chamado perdão!
Estamos vivenciando transformações evidentes em nossa existência e a cura das feridas é necessária para que possamos nos abrir e viver o novo.
Todas as vezes que perdoamos, algo grandioso acontece: O Universo Muda!
Cada vez que estendemos nossas mãos, nossos braços e tocamos um coração, o mundo se transforma.
Perdoar é praticar o Amor por si mesmo, e curar-se; é libertar-se e libertar aquele que recebe o seu perdão. É alegrar, é doar amor!
Há tantos seres que emanam o puro amor e tantos outros que precisam desta emanação e esperam esta chance. E a energia gasta com maledicências, mal-querências, inimizades e desamor somente nos traz negatividade.
E não precisamos alimentar isso, precisamos sempre caminhar e semear o bem para que possamos colher de nossa Terra, nossa mãe, tudo de belo que plantamos.
Nosso planeta é um berço divino de vida e todos nós nascemos nele e precisamos conservá-lo para que a dança da existência seja sempre constante. Conservá-lo através de nossos desejos puros e benéficos para que todos os seres que aqui habitam tenham vida e vivam com abundância de recursos e felicidade.
O perdão é luz, o doar-se é algo incondicional, amar sem esperar resposta, sorrir e transbordar a luz que está dentro de nós.
Quando nos preenchemos com nossa própria luz e a acendemos, não há como nenhuma negatividade entrar e nem no espaço ao nosso redor. Quanto mais vivenciamos nossa luz interior, nosso sol interior preenche cada célula do nosso ser e assim a cada vez mais a cura estará disponível para nós e para aqueles que precisamos ajudar. E isso se disponibiliza através de nós mesmos, muitas vezes por atos e gestos tão simples que se tornam grandiosos raios de luz...
Exceto pelos átomos de hidrogênio e hélio, 90% do nosso corpo possui a mesma matéria das estrelas, então, quer motivo maior para acreditarmos que somos seres de Luz?


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

O acaso se dissolve...

Ninguém conhece alguém por acaso, nada nesta existência acontece por acaso...
Ninguém chega até nós por uma simples coincidência, não nos encontramos ao acaso e nem permanecem nela por causa deste "simples acaso".
Pense nisso: A energia que atrai cada um!!
Muitos chamam de destino, eu prefiro acreditar que é atração.
Passamos por momentos de plena felicidade, momentos que nos marcam de uma forma surpreendente e nos transformam, nos comovem, nos ensinam e muitas vezes também nos machucam profundamente.
As pessoas que entram em nossa vida, sempre entram por algum propósito. Elas encontram ou nós as encontramos sem querer? Será?
Cabe parafrasear uma bela canção que diz que "os dispostos se atraem e os opostos se distraem"...
Ouvindo relatos, histórias, as mais belas e as mais tristes, nos cabe pensar que uma grande energia nos liga, nos une e cada um encontra aquilo que deseja. O que é importante para si mesmo.
Ainda que o ser que entrou em nossa vida, aparentemente, não nos ofereça nada, certamente sua passagem não é obra do acaso, ela não existe somente por existir.
Conhecer a alma significa conhecer o que as pessoas sentem, o que elas realmente desejam de nós, pois só assim é que poderemos tê-las por inteiro em nossa vida.
E todos ao nosso redor estão aqui para serem felizes. Desde o porteiro do prédio até o pedinte da rua. Ninguém está aqui neste planeta só por estar.
A amizade é algo que importa muito e sem este vínculo nós não teremos harmonia. Precisamos de amigos para nos ensinar, nos alegrar e também para compartilharmos nossa maior missão: Amar ao próximo como a nós mesmos!
E eles não surgiram por acaso em nossa vida.
Observe a sua história, comece a recordar todas as pessoas que já passaram por você e o que cada uma deixou.
Você estará vendo como elas contribuíram na formação da sua própria personalidade, que foi construída aos poucos, de momentos e que até hoje refletem em seu caminho.
Quando sentir que alguém não lhe agrada, dê uma segunda, uma terceira, uma quarta chance de conhecer aquele ser e observe que ele também deseja o mesmo que você, ser feliz!!
Quando sentir que alguém é especial para você, diga o que sente verdadeiramente sem se importar com respostas, reciprocidade.
Não viva de procrastinações, amanhã é outro dia e pode ser tarde faça hoje tudo o que sentir vontade, estando consciente de que estes desejos lhe trarão felicidade e ao outro. Suas necessidades devem sempre beneficiar e não trazer sofrimento a nenhum ser.
E quanto ao AMOR, viva este sentimento. Ele não surge do acaso, ele está dentro de nós sempre. Viva o AMOR sem medir esforços, sem querer méritos.
Sopre aos ventos os seus sonhos, eles irão se espalhar no Universo e voltar a você em forma de realidade.
E agradeça sempre, por tudo, por todos!!
Preste bastante atenção em todas as pessoas; elas trazem consigo histórias, aprendizado, ensinamentos, realidades e visões diferentes das suas.Abrace, acaricie, sinta. Nossa pele é algo mágico e o contato com ela é pura energia, puro reflexo do melhor que temos dentro de nós.
Dissolva as crenças que aprisionam sua mente, sua vida e acredite sim que o próximo é coração, é sentimento como você!
Sorria e distribua sorrisos sinceros e palavras agradáveis.
Sendo assim, observe que está vivendo mais leve, harmoniosamente e conectada na essência de nossa criação. Conectada a grande energia do nosso Grande Universo.
E assim, percebemos que tudo o que vivemos são experiências dissolúveis, impermanentes e temos a infinita liberdade de escolher o que queremos alimentar e levar consigo e o que devemos nos livrar e deixar passar.
Assim, o acaso não existe, se dissolve!
Confie na Luz, Acredite no Caminho e se Entregue ao Amor!!

Amor, amor, amor, sempre!!
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


domingo, 15 de julho de 2012


Oração Lakota (Sioux)

Wakan Tanka, Grande Mistério
Ensina-me a confiar
Em meu coração,
Em minha mente,
Em minha intuição,
Em minha sabedoria interna,
Nos sentidos do meu corpo,
Nas bençãos do meu Espírito,
Ensina-me a confiar nessas coisas
Para que eu possa entrar no meu Espaço Sagrado
E amar muito além do medo
E assim caminhar na beleza
Com o passo do glorioso Sol

sábado, 7 de julho de 2012

Lindos Sonhos, Experiência Divina!




Asas nascem em um pequeno corpo de mulher e começam a bater no ritmo de um coração. Coração que pulsa no compasso de um verdadeiro amor que habita seu ser.
Seus pés descalços levemente deixam o chão, e iniciam um voo lento e cuidadoso, até que o vento e a coragem para lançar-se ao infinito espaço a invadem. 
Sente sua respiração, sente suas asas, sente seu corpo ser levado até observar tudo do alto, da imensidão do céu. 
Voa junto das estrelas e dança com os seres mágicos que habitam todo este Universo.
Com seus olhos despertos, observa e projeta em sua mente e coração, os desejos de uma humanidade livre, liberta de más condutas, de hostilidade, de rancores e mágoas.
Deseja paz, compaixão, liberdade e sobretudo amor nos corações de cada ser vivo que habita este planeta.
Observa este planeta e sua grandiosidade, sua diversidade, sua natureza, seus animais, suas pessoas, e consciente de que todos somos um, se entrega à ela, à Mãe Terra para sobretudo,servi-la e unir-se à todos aqueles dispostos à mesma missão: o Amor.
Despede-se do infinito e retorna a sobrevoar o belo planeta. 
Depara-se com um vasto campo de lírios brancos sobrevoado por pequenas fadas e borboletas coloridas.
Coloca novamente seus pés na terra, sente o corpo vibrando e pulsando junto a cada grão de areia, a cada ser daquele imenso jardim.
Suas asas desaparecem e seu corpo é inundado por uma imensa Luz Divina.
Percebe que aqui é o lugar para cumprir sua jornada cósmica e que o momento para sua missão é este. 
Longo é o caminho, mas está repleto de flores, magia e amor. E a alegria da vida resgata a cada dia sua verdadeira essência.
Seus erros e seus acertos, suas dúvidas e certezas, seus medos e sua coragem, seu choro e seus sorrisos, seu prazer e sua dor, sua verdade e entrega fazem parte de sua história e compuseram a sinfonia da sua existência.
Ajoelha-se ao chão. Sente a terra. Olha para céu e conecta-se à natureza a aos seus mestres e agradece. 
Gratidão pura e sincera pelo presente da vida. Gratidão pura e sincera pelo despertar para uma nova consciência.
Caminha na terra, seus cabelos se movem com o vento, seu coração aberto é invadido pela serenidade do amor verdadeiro.
Depara-se com um belo rio, de fortes correntes, e nele se joga. Mergulha e se deixa levar pelo seu fluxo, sentindo a água abençoar seu corpo e purificar sua consciência.
Encontra em uma pedra, uma bela flor rósea. Uma flor de lótus e a contempla como o maior símbolo do seu renascimento espiritual.
Toca os pés na terra novamente e encontra no sorriso e no olhar de uma bela menina, um guia para seu caminho florido. A pequena criança cristal é um presente divino para que sua missão seja vivida com leveza e dedicação.
De mãos dadas elas caminham, dançam e cantam, brincam entre as flores e lançam voo juntos às borboletas e as fadas em direção à Luz!!
Confiar na Luz, Acreditar no Caminho e Se Entregar à Verdade e ao Amor!

quinta-feira, 5 de julho de 2012

O mundo no eu e o eu no mundo



Mãos que tocam e acariciam com amorosidade.
Braços que abraçam e enlaçam com carinho.
Olhares que acolhem com compaixão.
Sorrisos que iluminam e refletem a verdade interior.
Palavras que tranquilizam e afagam com amor.
Aprendizado diário, trabalho diário!
Através dos nossos bons pensamentos e intenções puras e livres podemos alcançar a todos neste vasto planeta e beneficiá-lo com o nosso amor, compaixão e alegria!!!
Mantendo a consciência plena e a visão ampla, plantamos e nutrimos as qualidades positivas e potencialidades de todos e de cada um dos seres.
Fomos dotados de um corpo que é um instrumento com o qual podemos servir de maneira benéfica todos os seres sencientes e através da beleza da verdade podemos enfestar a todos os lugares com nossa energia abençoada.
Este corpo humano é essencial para libertar-nos de todas as escravidões, física, mental e espiritual, é um templo que assegura o mais precioso diamante. Ele é a chave da conexão entre nossa essência e o Universo.
Ele é um presente que nos é doado para presentear com a vida.
Vida esta que está na estrela mais distante bem como no mínimo grão de areia sob nossos pés. E esta vida será plena de realizações desde que nós consigamos "coalhar" o universo de possibilidades ao nosso redor com discernimento e desapego, coletando todo o néctar com esforço, dedicação, aplicação e amor, sempre numa constante cósmica.
No grão de areia bem como na mais grandiosa galáxia a essência da vida pode ser encontrada, basta que olhemos a todos com olhos puros, boas intenções e com a verdade em nossas atitudes.
Temos que ter a consciência de que fazemos parte de tudo e que unir nossos esforços para a prática do bem maior, do amor nos gratificará com a paz.
Estamos todos juntos e voamos juntos para a luz, basta despertar para ela.
Assim, nosso eu repleto de amor será o mundo, e o mundo será o nosso eu!!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Ser essência, muito mais!!



Tocar o solo com as pontas dos pés...Caminhar na areia e sentir o vento tocar no rosto...Cabelos soltos ao movimento do vento...Sentar-se na grama, concentrar-se em um ponto...Olhos entreabertos, atenção plena na respiração...Sentir os movimentos do corpo, ouvir os sons e acompanhá-lo até que silenciem...
Deixar surgir os pensamentos, observar as sensações que eles causam, os sentimentos que eles causam e acompanhá-los até que se revelem.
Chorar, botar para fora todas as mágoas, pois nada mais são do que "más águas" acumuladas dentro de si.
Observar as raízes dos sentimentos e entendê-los, e acompanhá-los até a porta de saída de sua mente, até que a liberdade os cesse.
Sorrir, aliviar, crescer, expandir!
Somente as próprias experiências são capazes de nos tornar fortes para atravessarmos com coragem e seguramente para a outra margem, a margem da consciência plenamente iluminada.
Deixar que medos, carências, apegos se dissipem e façam brilhar a Luz que há dentro de seu ser. Deixar que esta luz faça brotar aquela semente que estava encasulada por medo, por dor e mais uma vez se mostrar uma linda e alegre flor.
As feridas sagradas nos acompanham e não estamos livres de que surjam mais algumas pois elas são as marcas daqueles guerreiros que seguem de coração aberto o seu caminho, que se entregam à tudo o que acreditam e confiam em sua verdadeira natureza de puros sentimentos e intenções.
O coração aberto e puro é terra fértil para as belas flores nascerem e colorirem os jardins,até mesmo aqueles que estavam nas sombras dos maus pensamentos e energias.
Os bons pensamentos nos revelam como seres de grandiosa energia e esta se espalha através da nossa amorosidade, do nosso toque, carinho, sorriso.
Mais uma vez as borboletas são atraídas pelo perfume e cores que se espalham quando a liberdade e o amor nos brindam com sua essência.
Os seres divinos nos abençoam e compartilham conosco a missão de emanar a compaixão e o bem a todos os seres que habitam este belo planeta.
Devemos agradecer pelo nosso despertar e demonstrar gratidão a cada ser que bate em nossa porta, pois nada é por acaso, e por mais que neste momento algum sofrimento lhe cause, olhe para ele como um grande guia para seu crescimento espiritual.
A verdadeira essência se revela e o coração, mesmo com suas cicatrizes, se abre ao Grande Universo e une forças com aqueles que desejam a felicidade e a paz de todos os seres.
A Luz nos abençoa a cada dia e todos a temos dentro de nós, basta despertar-la.
Plantar o amor, colher a Luz!!!



segunda-feira, 2 de julho de 2012

Cravos e tulipas bombardeiam, um jardim novo se levantará!



Caminhar, sentir os pés no chão olhando o céu azul livre de nuvens que abençoa a cada um de nós com o belo.
Observar cada detalhe de tudo que nos cerca e perceber a diferença em cada objeto, em cada ser. E contemplar cada diferença pois é nela que reside toda a beleza de sermos únicos e ao mesmo tempo, iguais.
Se entregar ao mundo, aos seres que neste planeta habitam e à natureza que nos cerca, por mais singela e pequena que seja, a vida ali está presente.
Sorrir com o coração e com as palavras, distribuir amorosidade, carinho, conforto e alegria. Tocar, acariciar, sentir, pulsar, ser!
Doar-se! Abrir-se ao Todo, alegrar por onde caminha, colorir com gestos de gratidão. Agradecer ao Universo e ao seu Criador pelo presente, pela maravilhosa experiência de vivermos nesta bela casa chamada Terra.
Agradecer por ser luz, agradecer por ser flor, agradecer por ser alegria e principalmente por ser amor.
Por cada pessoa que compartilha a nossa existência, por pouco ou por muito tempo, mas que nos deixa belos ensinamentos.
Viemos sós para este planeta e cada um com sua missão, com seu propósito e com seu caminho. Todos viemos para plantar, semear e colher a luz, a felicidade e o amor.
Alguns ainda teimam em olhar este mundo por trás de máscaras, por trás de densa névoa e assim conseguem somente colher pensamentos, palavras e atitudes que alimentam a escuridão.
Uma nova consciência surge, a consciência da paz, da tolerância, da luz e sobretudo do amor e ela semeia um futuro de realizações benéficas para todos os seres deste planeta.
Semear o amor e compartilhar este sentimento genuíno, de maneira pura.
Pois é na pureza que está a força.
Ter pensamentos e intensões puras geram palavras e atitudes do mais simples amor. O amor é simples. Não é um instrumento, não tem uma utilidade funcional. Se acreditar que dando, usando-se do amor receberá o que deseja, já não há pureza em suas intenções. Simplesmente viva o amor.
Ame, sinta esta beleza dentro de seu coração. Use seu corpo, seu templo para que ele distribua este amor. Use suas palavras para compartilhá-lo e diga o quanto ama, sem vergonha, sem medo, sem esperar reciprocidade. E se isso lhe causar dor, sofrimento, revolta, é porque nada foi realmente feito de maneira pura, com amor verdadeiro.
Tenha sabedoria para compreender que por trás de cada gesto, de cada atitude há sempre boas intenções e confiar nelas com o coração.
A simplicidade do amor é mágica, faz brotar flores que atraem coloridas borboletas ao pequeno jardim. E este jardim torna-se imenso quanto dispostos unem seus esforços para trazer a luz e compartilhá-lha com todos os seres deste Grande Universo.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Até florescer desapego e raiz...




O primeiro raio de Sol rasga a noite que está indo embora. Por entre as nuvens, os raios de luz começam a brotar como flores em um imenso jardim azul.
A beleza de iniciar mais um dia observando o seu nascer é algo que transcende e ofusca qualquer obscuridade que possa haver dentro ou fora de nós.
As folhas da velha aroeira planam até alcançar o chão, e os pássaros degustam seus pequenos frutos alegres com seu desjejum matutino.
A natureza que me cerca, me abraça, como uma mãe, me dá colo e me afaga em momentos de silêncio e plenitude. São tempos de desapego, de despedida, então cada segundo é raro, é ouro.
Em momentos de felicidade, em momentos de mudança, a coragem para a transição é testada diante de cada pedra, cada obstáculo que se coloca diante do caminho.
Temos o costume de desejar que a nossa caminhada seja sempre cercada de flores, de belos acontecimentos e fatos, ao lado de quem amamos e de quem desejaríamos estar junto.
Entretanto, nem sempre as coisas acontecem da melhor forma, e nestes acontecimentos não tanto agradáveis, a vida nos revela o quanto estes momentos são de rara beleza. Somos seres em evolução contínua e muitas vezes precisamos viver as tempestades para aprendermos realmente a encontrar nossa essência.
Em cada época do nosso ciclo vital há oportunidades de amadurecimento de nossa alma, ou de nossa consciência e estas chances que o Universo nos dá devem ser vistas como o momento para transformação, e não somente como tempos difíceis. 
Abençoe cada momento e agradeça por eles. Conecte-se ao seu Divino, aos seus Mestres Ascensos e busque nutrir-se da Luz que eles emanam. Faça com que sua luz própria se reascenda pois todos nós a temos dentro do nosso coração e muitas vezes a esquecemos apagadas.
Entregue-se ao todo, faça parte e sinta-se parte de toda a natureza que o cerca.
Nutra a paz e os bons pensamentos, transmita através deles a compaixão e o amor.
Ande pelo caminho traçado para você, com flores, com espinhos, com pedras e borboletas, sorrindo e iluminando qualquer treva que possa se aproximar.
Não deixe que os apegos e maus pensamentos penetrem em você. Simplesmente os responda com o que há de melhor em você: seu amor.
Se no seu caminho está sozinho, distribua flores durante sua caminhada. Chame as borboletas para sua companhia e cante junto com os pássaros. Encontre a felicidade que está dentro do seu coração e una suas forças com aqueles que estão dispostos a seguir o mesmo caminho: do bem, da paz, da compaixão e do amor.
E sorria!! Sua face reflete o que você tem dentro de você!!

Confio na Luz, Acredito no Caminho e Me Entrego ao Amor!



"O amor não age com interesses; o egoísmo é falta de amor.
O amor vive de doar e perdoar e o egoísmo vive de tomar e esquecer."

Sathya Sai Baba

terça-feira, 26 de junho de 2012

O Simples





Estamos sendo presenteados com belas noites estreladas e de luar neste recém chegado inverno em nosso hemisfério. 
Poucos são aqueles que tem o privilégio de observar o céu e admirar este espetáculo diário...
E que por ser diário, torna-se tão comum e simples que muitos de nós esquecemos que ele existe.
Estamos tão acostumados a olhar e dar valor somente aquilo que é material, que nos proporciona e demonstra status e poder. 
O que é um céu estrelado diante de um carro de luxo, diante de uma suntuosa mansão, de uma roupa caríssima, de uma bolsa de marca famosa?
O que é a simplicidade diante de tantas coisas que podemos ter?
Por que admirar o Sol, a Lua, as estrelas se não posso tocá-lo, não posso tê-los?
O que é o canto de um pássaro diante de tantas coisas que podemos pegar com nossas mãos e ter em nossa casa e que mostraram a todos onde pudemos chegar com nosso poder e nosso ego?
Sim, podemos ter o canto de um pássaro em nossas casas, comprá-lo em uma loja e deixá-lo preso em uma gaiola para que ele cante só para nós, para satisfazer a nossa vontade de ter algo vivo, já que não conseguimos nem ter em nossas mãos a nossa própria vida.
Sim, a maioria de nós não tem a própria vida nas mãos pois anda conforme a multidão, se embrenha na massa para ser aceito e ser admirado por ela principalmente quando consegue algo a mais que o resto.
E assim leva a sua vida, em um piloto automático, tão mecânico que muitas vezes nem sabe a razão pela qual está acordando todos os dias. Quando questionado, se assusta e nem quer pensar nisso.
Não pensa pois teme não encontrar nenhuma razão em sua existência. E quando pensa que encontra, só se vê diante de "ter" e não de Ser.
Torna-se um nefelibata aos olhos da maioria aquele que não acredita ou segue estes padrões. Torna-se motivo de piadas e preconceito pois a vida é real, temos que ter tudo e assim, através de tudo o que temos, mostramos e provamos que existimos.Este é o pensamento, o padrão de quem ainda dorme diante da impermanência da nossa curta existência. O padrão para relacionamentos, para o trabalho, para tudo.
E o amor diante de toda esta necessidade do ter torna-se algo tão mensurável e superficial, pois aos olhos de quem o "tem", só é válido se oferece algo material ou vira moeda de troca em situações que se não fossem tristes aos olhos de quem sabe o ele realmente é, seriam cômicas, dignas de uma tragicomédia.
O amor se resumiu a manuais, a métodos "infalíveis" de como agir para se obter sucesso e "ter" seu objeto de desejo em suas mãos. E depois de se satisfazer, se algo não mais lhe agradar, para que continuar com tal objeto? 
A vida se torna tão vazia, tão sem sentido, e a felicidade parece cada vez mais distante, e para que ela volte, as ilusões do ter são reabastecidas com mais desejos...
Mal sabem que esta sonhadora consegue sim encontrar a razão e a felicidade em sua simples existência e que não necessita querer ter o Sol, a Lua, o céu, o mar, enfim, a natureza, pois esta a vive plenamente e faz parte dela.
Pena que muitas vezes a maior parte dos seres humanos deste planeta belo custa a  entender e perceber que " no fundo é simples ser feliz, difícil mesmo é ser tão simples".






segunda-feira, 25 de junho de 2012

Desperta em nós, nova aurora ao coração!!!





Vivemos flutuando no mar do ego.
Nós construímos uma vida baseada no projeto desenhado por arquitetos estranhos a nós, enchemos ela de móveis ditados pela moda dos outros, dançamos e choramos e rimos por sentimentos dos outros, pensamos com a mente dos outros, assumimos e defendemos as ideias dos outros.
Muito pouco, ou nada, é realmente nosso. Mas toda essa vida é artificial, limitada, e tem um fim previsível e inevitável: a morte.
E então? 
De que maneira nos justificamos neste mundo? 
Buscando e encontrando o verdadeiro, o eterno em nós. Aquilo que sobreviverá à morte, que somos nós mesmos, nosso Eu. Essa porção de existência que há em nós e que quando chega a morte simplesmente retorna ao Todo mas não desaparece.
Iremos continuar flutuando nos rios dos outros, vivendo vidas de outras pessoas, ou começaremos a nadar em nosso próprio riacho, onde a beleza nos surpreende a cada momento e que segue até o mar nos braços do amor e da compaixão?
Vamos continuar a viver na segurança falsa e confortável ou escolheremos a aventura imprevisível mas enriquecedora que é viver? 
Buscaremos o eterno em nós?